• facebooktintas2000
  • linkedintintas2000
  • youtubetintas2000
  • youtubetintas2000

Escolher Uma Cor Para Exterior

Leave a Comment
Ao contrário do que acontece no interior em que quase não existem limitações para a escolha das cores, no exterior deve-se atender a alguns aspectos antes decidir qual a cor a pintar.
Não deixando o gosto pessoal para último plano no momento da decisão, deve-se também considerar a menor resistência de algumas cores em relação a outras e a quantidade de energia que as cores absorvem.
Devido à natureza química dos pigmentos, existem tonalidades que apresentam menor resistência, especialmente alguns tons de laranja, vermelho e amarelo.
Considerando a resistência, efectuamos uma escolha selectiva e equilibrada dos pigmentos utilizados nas cores para exterior. Privilegiámos a utilização de pigmentos inorgânicos e orgânicos de elevada resistência à luz e à intempérie. No entanto devido ao preço elevadíssimo de alguns pigmentos, existem cores que não estão disponíveis para aplicação no exterior.
De um modo geral, todos sabemos que a estabilidade das cores escuras e fortes é menor que as cores claras e suaves. O branco reflecte a totalidade da radiação, enquanto o preto absorve toda a radiação, o que leva à subida da temperatura e da energia na película, acelerando a modificação e degradação dos diferentes componentes da tinta, dos pigmentos e do suporte.
Muita das vezes a utilização de tons escuros é inevitável para realçar elementos arquitectónicos ou criar alguns contrastes. No entanto temos que salientar que a exposição prolongada à luz solar irá provocar um sobreaquecimento do suporte o que contraria o efeito pretendido com a utilização do sistema “Therminov”. 

Print Friendly and PDF

Pintar a casa


0 comentários:

Enviar um comentário