• facebooktintas2000
  • linkedintintas2000
  • youtubetintas2000
  • youtubetintas2000

Colocação Das Placas De Isolamento Térmico [ETICS]

Leave a Comment
As placas de isolamento térmico são colocadas de baixo para cima, a partir do perfil de arranque e são apoiadas topo a topo, em fiadas horizontais. São dispostas com juntas desencontradas, quer em zona corrente, quer nos cantos e para além disso, não deverá haver coincidência entre as descontinuidades do suporte. No lado inferior das placas de EPS deve colocar-se 15 a 20 cm de rede para cada face, antes de encaixar as placas no perfil de arranque.


Colocação-da-rede-na-face-inferior-das-placas-de-EPS-pintar-a-casa
Colocação da rede na face inferior das placas de EPS


As placas devem ser colocadas imediatamente após a aplicação da argamassa de colagem. A colagem das placas de EPS deve ser realizada de forma a assegurar que as juntas fiquem desencontradas.


Esquema-de-colocação-das-placas-de-EPS-pintar-a-casa
Esquema de colocação das placas de EPS

Exemplo-da-colocação-das-placas-de-EPS-pintar-a-casa
Exemplo da colocação das placas de EPS

Para maximizar a superfície de contacto entre o suporte, a argamassa de colagem e a placa de EPS, é conveniente exercer uma ligeira pressão com uma talocha, imediatamente após o assentamento das placas de EPS.

Deve ter-se em atenção o facto do isolante térmico sofrer deterioração superficial provocada pela prolongada exposição do poliestireno a intensa radiação solar (cerca de 4 dias).

Deterioração-superficial-do-EPS-pintar-a-casa
Deterioração superficial do EPS

Quando se verificar a ocorrência de deterioração superficial do EPS, toda a superfície deve ser lixada antes da aplicação da camada de base do reboco.

1. Buchas de fixação do EPS

Para a fixação mecânica das placas de EPS devem usar-se buchas em plástico de cabeça circular com pelo menos 50 mm de diâmetro e um parafuso plástico no seu interior.

Devem ser colocadas 6 buchas por cada m2, nas extremidades das placas. Acima dos 10 m de altura e em zonas muito ventosas, devem ser colocadas 8 buchas por m2, nas extremidades e no centro das placas.

A colocação das buchas deve ser feita com a argamassa de colagem totalmente seca, ao fim de 24 horas, de forma a não deslocar o sistema.

Após a colocação das buchas, deve pressionar-se a cabeça circular para que esta fique a um nível ligeiramente inferior ao da superfície da placa de EPS.



Esquema-de-colocação-das-buchas de-plástico-pintar-a-casa
Esquema de colocação das buchas de plástico

Furação-e-colocação-do-prego-de-plástico-pintar-a-casa
Furação e colocação do prego de plástico


Posteriormente revestem-se as cabeças das buchas com ARGAMASSA THERMINNOV 2009 para isolar por completo o sistema e evitar que depois se notem no reboco algumas saliências correspondentes às cabeças das buchas de plástico.

1. Caixilharias e folgas

Nas ligações do sistema com as caixilharias, peitoris ou outras saliências existentes na fachada, deverá existir uma folga com cerca de 5 mm, para colocar mástique.

As folgas existentes, devido à degradação pontual do isolamento, e as juntas entre placas cuja espessura seja superior a 2 mm deverão ser preenchidas com poliestireno expandido. Nunca preencher com argamassa.



Preenchimento-das-folgas-com-pedaços-de-EPS-pintar-a-casa
Preenchimento das folgas com pedaços de EPS

Revestimento-das-cabeças-das-buchas-com-argamassa-pintar-a-casa
Revestimento das cabeças das buchas com argamassa


A fixação mecânica das placas de EPS é sempre obrigatória pois serve como segurança adicional na fase construtiva ou em caso de incêndio. Esta operação é imprescindível na reabilitação de fachadas.

A planimetria da superfície deverá ser permanentemente verificada com uma régua de 2 m.

O recorte e o ajuste das placas, nomeadamente nos cantos e nos vãos, devem ser realizados após a colagem do isolamento.


Print Friendly and PDF

Pintar a casa

0 comentários:

Enviar um comentário