• facebooktintas2000
  • linkedintintas2000
  • youtubetintas2000
  • youtubetintas2000

Como Tratar os Seus Terraços

Leave a Comment
Nos terraços, o aparecimento de patologias pode ter diferentes origens. Nos terraços cujo tráfego é frequente, o desgaste por utilização frequente e, muitas vezes, descuidada é a principal causa da falha do revestimento existente.

Os revestimentos com telas minerais e asfálticas são os elementos impermeabilizantes mais utilizados na construção. Na sua essência, são revestimentos de aderência parcial ao suporte, não contínuos, e como tal, estão repletos de emendas. Estas, são pontos sensíveis da impermeabilização, de maior probabilidade de ocorrência de falhas, quer durante a aplicação quer durante o período de utilização.

Assim que a estanquicidade do revestimento deixar de existir num dado ponto, a água percorrerá um traçado aleatório na camada de betonilha e a infiltração manifestar-se á no interior do edifício, em qualquer ponto da cobertura. Como tal, a detecção da falha do revestimento torna-se mais problemática, pois normalmente não coincide com o alinhamento da mancha causa pela infiltração.


Manifestação-de-infiltração-no-interior-da-habitação-pintar-a-casa
Manifestação de infiltração no interior da habitação


De seguida são descritas as principais patologias em terraços:

Ruptura dos revestimentos, telas ou impermeabilizantes.
Aparecimento de fissuras e micro-fissuras.
Degradação de juntas de dilatação.
Obstrução de canais de escoamento bem como a falta de pendentes.

Terraço-degradado-com-várias-patologias-pintar-a-casa  
Terraço degradado com várias patologias

Esquema de impermeabilização de um terraço

Nº de Demãos
Produto
(m2/l/demão)
Ferramentas de Aplicação
-
8 a 12
 Pincel de caiar / Pulverizador
-
Ver abaixo
Rolo / Rodo / Pincel de caiar
-
Argamassa ThermInnov
Ver abaixo

Preparação da superfície

§ Remover telas velhas na totalidade de forma a ficar o pavimento em betão/cimento à vista.
§  Partir todas as argamassas que estejam degradas e compor com argamassas novas aditivadas* com ISOLANTE BETONILHA (promove ligação dos remendos com as argamassas existentes).
§  Verificar pendentes da superfície de modo a evitar a formação de poças e garantir o escoamento de água para os condutores. Se necessário, refazer pendentes com uma nova camada de betonilha aditivada com ISOLANTE BETONILHA.
§  Deixar curar  as argamassas, no mínimo 28 dias.

Aditivação de argamassa de reboco ou betonilha:

Adicionar cerca de 1 litro de ISOLANTE BETONILHA por cada saco de 40 kg cimento.
Mistura 3:2:1 (vol.) - IB : Cimento : água)
  • Aplicação da mistura impregnante, com pincel de caiar ou rolo, previamente bem agitada. Secagem de 6-8 horas;
Regularização:

Mistura 1:1 (vol.) -  IB : ARGAMASSA THERMINNOV 2009
  • Misturar o ISOLANTE BETONILHA com a ARGAMASSA THERMINNOV 2009, com o auxílio de um berbequim com misturador. Misturar somente a metade das quantidades indicadas;
  • Aplicar 1ª camada, com rolo anti-gota, rodo ou pincel de caiar, tapando bem os poros nos cantos e juntas. Dobrar a camada cerca de 5 cm para a parede;
  • Aplicar a rede de fibra de vidro sobre a primeira camada, esticando-a; nas uniões de rede, sobrepor cerca de 5 cm. A rede também dobra para a parede. Deixar secar 24 horas.

Colocação-da-rede-de-fibra-de-vidro-pintar-a-casa
Colocação da rede de fibra de vidro


  • Misturar a restante metade das quantidades indicadas; Aplicar 2ª camada, tendo o cuidado de revestir totalmente toda a superfície da rede. Deve aplicar-se espessura suficiente de forma a garantir boa elasticidade e impermeabilidade. Recomenda-se a aplicação de 2-3 mm no total. Para uniformizar a camada, passar o rolo escorrido levemente sobre o produto para remover excessos.


Print Friendly and PDF

Pintar a casa

0 comentários:

Enviar um comentário